Naltrexona e Bupropiona – Podem te ajudar

Isoladamente, Naltrexona e Bupropiona Não Funcionam para Emagrecer, mas Juntas, Sim.

Aqui você encontrará mais informações sobre a Naltrexona e Bupropiona que são medicamentos que prometem acabar com a obesidade.

Depois de a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibir a venda vários remédios para emagrecer, poucas opções para médicos e pacientes que sofrem de obesidade e sobrepeso ficaram disponíveis.

Por isso, pesquisas foram realizados com 2 drogas em conjunto: a naltrexona (indicada em casos de dependência química como a heroína ou mesmo álcool) e a bupropiona (indicada para tratamento de tabagismo e quadros depressivos), mas quando juntas, oferecem uma nova opção de tratamento contra a gordura. Veja aqui mais informações essa descoberta.

A combinação de Naltrexona e Bupropiona faz emagrecer?

O cloridrato de Bupropiona inibe a recaptação principalmente da dopamina, um neurotransmissor que cuida de áreas como memória, emoções, cognição, humor e sono, tendo efeito antidepressivo.

Ela já havia demonstrado trazer benefícios quanto à perda de peso rápida quando combinada com outras substâncias farmacológicas, o que comprovou que, através da junção, a Bupropiona emagrece.

  Naltrexona e Bupropiona -wellbutrin-zyban

Já a Naltrexona é indicada para o tratamento de usuários crônicos de opiáceos como a heroína e a morfina. Porque atua como bloqueador ou atenuante dos efeitos subjetivos tanto físicos quanto mentais proporcionados por essas drogas. Em alguns casos, esse medicamento também é receitado para tratar dependentes de álcool.

Naltrexona e Bupropiona -revia

Importante: Diferentemente de países como os Estados Unidos, onde esses dois medicamentos deverão começar a ser vendidos juntos em um só remédio para emagrecer (Contrave).

No Brasil ainda não houve nem mesmo a entrada de um pedido de análise da possível circulação de um remédio emagrecedor do tipo, junto aos órgãos competentes por parte de alguma empresa farmacêutica. É por isto que a prescrição de ambos ser feita separadamente.

Quando ministrados separadamente, esses remédios causam um efeito emagrecedor ínfimo, mas quando foram feitos em conjunto, promoveram uma ação que acontece pela regulação periférica e central do apetite. Desse modo, as pessoas sentem menos fome e, consequentemente, emagrecem.


Quantos quilos posso perder em média?

Quando testada como droga para emagrecer, a bupropiona causou efeitos desejáveis. Já que o aumento das taxas de dopamina e de norepinefrina estimulam a produção de alfa-melanócitos. Neurônios que diminuem o apetite e aumentam o gasto de energia corporal.

No entanto, tais resultados não são duradouros, pois a própria bupropiona faz com que a beta-endorfina, substância que bloqueia a perda de apetite, seja sintetizada.

Portanto, quando é medicada em conjunto com a naltrexona, seus efeitos tornam-se duradouros. Isso acontece porque a naltrexona agem sobre os neurônios que liberam a beta-endorfina, cortando sua ação. Assim, a pessoa para de sentir fome por mais tempo e consegue perder os quilos desejados.

Naltrexona e Bupropiona Medicamento para Perder Medidas

Contudo, ainda não foram realizados estudos mais detalhados que atestem quantos quilos pode-se perder com o uso das substancias. Porém, sabe-se que são receitados somente para pessoas que apresentam obesidade ou sobrepeso. Ou seja, com IMC (Índice de Massa Corporal) maior que 30 e 27, respectivamente.

Além disso, não podem ser vendidos sem receita. Por isso, se você pretende testá-los, consulte o seu médico para que ele lhe indique a dosagem correta de cada remédio. E se você quer saber onde comprar esses remédios, é só buscá-los nas suas farmácias preferidas.

E para completar, não existe medicamento que dê o resultado esperado como mágica. É preciso praticar de atividades físicas regulares e ter uma alimentação balanceada. Pois somente eles manterão o seu corpo em forma quando você não precisar mais de drogas para emagrecer.

Efeitos Colaterais

O uso conjunto da Naltrexona e Bupropiona tem mais benefícios além de emagrecer. Como o aumento do HDL (colesterol bom), diminuição do LDL (colesterol ruim) e a redução da glicemia sob jejum.

Porém, como todo medicamento, apresenta efeitos colaterais. São eles: vômitos, tonturas, enjôos e dores de cabeça que podem durar até 3 semanas após o início do tratamento.

Contra Indicações

Esses medicamentos são contra indicados para gestantes, lactantes, crianças e idosos.

4 Comentários - Deixe seu Comentário

Deixe Seu Comentário