Albumina, Você conhece esse suplemento?

 Você sabe o que é Albumina? Para Que Serve ela Serve?
Seus Benefícios e Efeitos Colaterais?

A Albumina nada mais é do que a proteína do ovo. Ela pode ser considerada como o suplemento de musculação mais antigo. Já que era utilizada desde os primórdios do fisiculturismo.

Encontrada na clara do ovo, a albumina é uma proteína popular e farta. Por esse motivo ainda compõe a suplementação de muitos praticantes de musculação, que estão em busca de benefícios como regeneração e a hipertrofia muscular.

O que é Albumina?

A albumina é a proteína mais abundante do corpo humano. Podendo ser encontrada em grande quantidade no sangue (seroalbumina), pois e sintetizada pelo fígado. Outras alimentos também são capazes de fornecer a albumina como, o leite (lactoalbumina) e os ovos (ovoalbumina).

albumina - ovo quebrado

A albumina é considerada uma proteína de enorme valor biológico. Isso porque ela tem em sua composição nove aminoácidos essenciais. A metionina, fenilalanina, leucina, lisina, isoleucina, treonina, valina, triptofano e histidina. Eles são primordiais para a reconstrução muscular depois de treinos com grande intensidade.

Os suplementos que têm em sua composição a albumina e estão à venda no mercado contêm quase sempre a que é extraída da clara de ovo. Pois essa é uma das fontes mais abundantes e baratas da proteína.

Para que a Albumina Serve? 

Considerada essencial para o funcionamento do nosso corpo, ela tem uma série de funções que afetam o metabolismo. Entre as principais atribuições temos o transporte de nutrientes através da corrente sanguínea (como cálcio, bilirrubina e magnésio). Manter um equilíbrio osmótico correto (equilíbrio de água entre os tecidos e o sangue) e o combate aos radicais livres.

A albumina também se liga a compostos tóxicos e metais pesados. Reduzindo seus possíveis  riscos à nossa saúde e dessa forma acaba por facilitar sua eliminação.

Para os praticantes de musculação, seu principal objetivo é o fornecimento e transporte de aminoácidos para o tecido muscular. Isto é, a albumina é uma fonte de aminoácidos. Como também é um ótimo meio de transporte desses e outros nutrientes para os músculos e tendões.

Quais os Benefícios da Albumina?

Você lembra daquela clássica cena de “Rocky o Lutador”? Interpretado pelo ator Silvester Stallone. Onde ele comia ovos crus ainda de madrugada? Pois é, a albumina contida nas claras é um dos melhores nutrientes do ovo. E come-lo pode trazer muitos benefícios para quem faz musculação e esportistas em geral. Confira os principais benefícios logo abaixo:


📌 Aumento da Massa Muscular  → Além dos aminoácidos essenciais, usar suplemento que tenham albumina também garante uma maior contribuição de: zinco, magnésio e ferro para as fibras musculares. Isso agiliza a regeneração do tecido e evita o catabolismo que normalmente acontece após o treino.

Um estudo recente relacionou que baixos níveis de seroAlbumina causa uma diminuição da força muscular. O que significa que a suplementação com albumina é capaz de aumentar o volume e a funcionalidade dos músculos.

📌 Pode ajudar a emagrecer  As proteínas são digeridas mais lentamente que os carboidratos. Isto é, ao consumir albumina, sua saciedade será maior do que se optar pela ingestão de um pão ou outro carboidrato simples. A absorção lenta da albumina desacelera o esvaziamento gástrico. Com isso a sensação de fome demora mais a aparecer e com isso te ajuda a controlar ou perder peso.

📌 Melhor Recuperação no Pós-Treino Uma estudo feito por pesquisadores da Ball State University nos Estados Unidos mostrou os benefícios da albumina na regeneração muscular depois do treino. O objetivo da pesquisa era evitar os sintomas de overtraining – sobretudo o catabolismo.

Durante quase um mês, 17 fisiculturistas foram submetidos a um treino mais intenso que o habitual. Sendo que depois de duas semanas da pesquisa metade dos participantes começou a utilizar o suplemento albumina, enquanto o resto do grupo recebeu um placebo.

Ao final, os pesquisadores puderam averiguar que o grupo que tinha recebido o a albumina apresentou melhores níveis de testosterona e hemoglobina quando comparado com os participantes que tomaram o placebo.

De acordo com os responsáveis pelo estudo, cerca de 1,9 gramas de proteína por quilo de peso corporal/dia é uma quantidade adequada para prevenir os sintomas do overtraining e reduzir os efeitos negativos do catabolismo.

📌 Fonte de Proteína sem Lactose  Para quem tem intolerância à lactose ou então está seguindo uma dieta sem laticínios para perder peso, a albumina pode ser uma ótima alternativa, já que não contém o açúcar do leite (como ocorre em boa parte dos tipos de whey, por exemplo).

📌 Diminui o apetite → O consumo de alimentos ricos em proteína não somente retarda a digestão como também demanda um gasto maior de energia por parte do organismo. Na prática, isso significa que consumir albumina o faz queimar mais calorias do que se tivesse consumido uma fonte de carboidratos, por exemplo.

Uma pesquisa realizada pela St. Louis University nos Estados Unidos demonstrou que consumir a proteína da clara do ovo aumenta a saciedade e também reduz o consumo de calorias nas horas seguintes. Essa característica torna a albumina benéfica para quem quer emagrecer sem precisar passar fome durante a dieta.

📌 É uma fonte de proteína acessível → As proteínas de origem animal tendem a ser sempre mais caras que as de origem vegetal. Por isso a clara de ovo se torna uma ótima opção para ganhar músculos sem precisar gastar tanto. É claro que a albumina em pó contida nos suplementos vendidos no mercado é mais cara que a clara de ovo in natura. Pois o produto industrializado é mais concentrado, além de ser mais prático para o dia a dia também.

Como é uma proteína de alto valor biológico, a albumina tem uma boa absorção pelo organismo (melhor que a de proteínas de origem vegetal). E pode também ser uma alternativa interessante (e mais barata) para dietas sem carne.

📌 A albumina é rica em leucina → A albumina estimula o crescimento muscular e acelera a síntese de proteínas graças em grande parte à presença da leucina, um aminoácido que está presente em altas concentrações na clara de ovo. Cerca de 9% do total de aminoácidos da albumina é formado pela leucina, principal propulsora da síntese de proteínas que tem início após as refeições.

Os ovos contêm de 10 a 20% mais leucina que as outras proteínas de origem animal, e somente são superados pelo whey, que hoje é a maior fonte do aminoácido que temos à nossa disposição. Algumas pesquisas sugerem, no entanto, que a albumina tem maior potencial anabólico que o whey, e pode trazer ganhos de massa semelhantes àqueles do whey – mas com um custo menor.

Albumina engorda ?

A albumina por si só quase não contém gordura e é pouco calórica, mas como qualquer outro suplemento à base de proteínas, se consumido em excesso pode se transforma em gordura.

Quando você consome albumina e pratica atividade física, seu corpo usa a proteína para refazer as fibras musculares. E quando você utiliza o suplemento mas não faz exercícios, ou esteja consumindo mais calorias ao longo do dia do que seu metabolismo necessita, o excesso de nutrientes será armazenado na forma mais densa de energia, que é precisamente a infame gordura.

Se você não quer que isso ocorra, é indicado consultar um nutricionista para saber qual a quantidade diária de proteínas de que você necessita e não se esqueça que você já está obtendo o nutriente de outras fontes alimentares, como carnes, laticínios e leguminosas (feijão, soja, lentilha).

Quais os Efeitos Colaterais que a Albumina tem?

Apesar dos benefícios da albumina compensarem seus efeitos colaterais na maioria das comparações, vale a pena salientar alguns efeitos indesejados do suplemento. Assim como acontece com outros suplementos a base de proteína, a albumina pode sobrecarregar os rins, já que eles são os responsáveis por metabolizar o excesso de proteínas ingeridas através da suplementação.

albumina - problema rins

Seu efeito no intestino é com certeza um dos efeitos mais negativos da albumina, que pesam na hora da decisão, de escolher o melhor suplemento proteico. Gases e até mesmo diarreia não são incomuns em quem utiliza o suplemento para ganho de massa muscular.

Portanto, fique atento se você tem histórico de complicações renais, tem alergia a ovos ou então sofre com intestino sensível, evite a suplementação com a proteína da clara do ovo.

Como devo consumir a Albumina?

A melhor forma de consumir albumina é combinando o suplemento com leite desnatado ou outro alimento de sabor mais marcante (como a banana) para mascarar o aroma forte – que pode ser atribuído devido à grande concentração de enxofre na clara de ovo.

albumina - braço musculo

Caso escolha pelo consumo in natura, dê preferência pelas claras e tente evitar o consumo excessivo de gemas, que além de serem muito calóricas também são ricas em colesterol.  Também deve ser evitado consumir as claras cruas, pois elas podem conter bactérias nocivas à saúde, como a salmonela.

Qual o Melhor Horário Para ingerir?

Embora o suplemento possa ser utilizado após o treino. Esse não é o horário que trará melhores resultados para quem tomar albumina. Isso devido ao fato de que o pós-treino exige nutrientes de rápida absorção. Como carboidratos refinados e proteínas de fácil assimilação, como o whey protein.

Como possui absorção mais vagarosa, a albumina é uma ótima opção de suplemento para tomar antes de dormir. Já que sua assimilação mais lenta vai garantir mais aminoácidos ao longo da noite. E irá evitar o temido catabolismo muscular.

Você pode também tomar albumina assim que acordar. Porém mais uma vez esse não é o melhor horário para consumo desse suplemento. Ao acordar, você estará saindo de um período de pelo menos 8 horas em jejum. O que significa que a glicose está baixa e o corpo precisa de nutrientes de rápida assimilação para repor as perdas noturnas.

Consumi-la neste período não vai evitar de maneira eficiente o catabolismo muscular. Já que o tempo de digestão da proteína será lento. E o corpo se verá obrigado a continuar recorrendo aos músculos como fonte de energia.

Para evitar que isso aconteça, tome whey protein com um carboidrato simples logo ao acordar. E deixe a albumina para quando for se deitar. Ou então para situações em que já sabe com antecedência que ficará sem se alimentar por um longo período.

A albumina pode ser uma alternativa para quem não tem condições de comprar o whey protein. Mas vale notar que os resultados podem não ter a mesma performance, sobretudo no pós-treino. Já que o whey possui absorção mais rápida e pode combater o catabolismo de maneira mais eficiente.

One Response - Deixe seu Comentário

Deixe Seu Comentário